Santo Estanislau de Jesus e Maria Papczyński
English Polski Deutsch Español Françias Italiano Português

Cronologia da vida do Pe. Papczyński

18.05.1631 

nasce em Podegrodzie

1640 

inicia a Escola Primária em Podegrodzie

1643 

desloca-se para Nowy Sącz, a fim de continuar os estudos

1646 

desloca-se para Jaroslaw, onde continua os seus estudos desde meados de Maio até fins de Julho

1646 

em Agosto, desloca-se para Lvov onde tenta ser admitido ao Colégio dos Jesuítas, mas sem sucesso

1649 

em Abril é admitido à escola dos Piaristas, em Podoliniec

1650 

em Junho, desloca-se para Lvov e é admitido no Colégio dos Jesuítas

1651 

transfere-se para o Colégio dos Jesuítas em Rawa Mazowiecka, onde completa a Escola Secundária e inicia os estudos de filosofia

02.07.1654 

veste o hábito dos Piaristas e inicia o noviciado em Podoliniec

1655 

frequenta o segundo ano de noviciado em Varsóvia

22.07.1656 

emite os seus primeiros votos simples

1655-1656 

emite os seus primeiros votos simples

1658-1660 

lecciona retórica em Podoliniec

12.03.1661 

é ordenado presbítero

1660-1662 

lecciona retórica na Casa dos Piaristas em Rzeszów

1663 

é transferido para a Casa de Varsóvia, onde desempenha as funções de professor, confessor e pregador durante quatro anos

27.09.1667 

é transferido para Roma por ordem do Superior Geral

1668 

desloca-se para Nicolsburg na Morávia por ordem do Superior Geral

1668 

em Maio, é transferido de Nicolsburg para Varsóvia

1669 

em meados de Setembro, desloca-se para a residência dos Piaristas em Kazimierz perto de Cracóvia

1670 

em Janeiro, é exclaustrado da residência de Kazimierz pelo Superior Provincial e transferido para uma prisão conventual, primeiro em Podoliniec e depois em Prievidza, na Hungria

22.03.1670 

é absolvido da prisão de Prievidza

02.04.1670 

regressa a Kazimierz e incardina-se na diocese, sob a protecção do bispo local

1670 

por volta de 26 de Agosto, esyabelece residência no palácio episcopal

11.12.1670 

das mãos do Pe. Michael Kraus, Superior Vice-Provincial da Polónia obtém dispensa papal dos seus votos simples e da promessa de perseverar na Ordem dos Piaristas. No mesmo dia emitiu uma proclamação solene (Oblatio)

1670 

depois de abandonar os Piaristas, reside em Cracóvia, onde é moderador da Confraternidade da Imaculada Conceição em Kazimierz (na igreja de São Tiago)

1671 

torna-se capelão da família Karski em Lubocza, na Diocese de Poznań

1671 

em Setembro, veste o hábito branco em Lubocza

30.09.1673 

chega ao eremitério de Korabiew para fundar uma nova Ordem religiosa

24.10.1673 

é erecta a primeira Casa religiosa da Congregação dos Marianos por decreto do Bispo Jacek Święcicki

22.11.1677 

toma posse da igreja da Ceia do Senhor em Nowa Jerozolima e erege a segunda Casa religiosa da Congregação dos Marianos

21.04.1679 

a Congregação dos Padres Marianos é canonicamente aprovada pelo Bispo Stefan Wierzbowski

1684 

em Junho, ocorre o primeiro Capítulo Geral em Puszcza Korabiewska t

1690 

desloca-se para Roma a fim de obter a aprovação papal para o Instituto dos Marianos, mas ficando doente regressa para a Polónia sem atingir o seu objectivo

1698 

no Outono, envia o Pe. Joaquim Kozłowski para Roma a fim de obter aprovação papal para o Instituto dos Marianos.

15.10.1699 

é erecta a terceira fundação em Goźlin

21.09.1699 

a Congregação dos Marianos é aprovada pelo Papa Inocêncio XII, sendo incorporada na Ordem dos Frades Franciscanos, sob a Regra das Dez Virtudes da BVM

24.11.1699 

o Papa Inocêncio XII envia um breve ao Núncio Apostólico na Polónia, pedindo-lhe para que receba os votos solenes dos Marianos

06.06.1701 

faz a sua profissão solene diante do Núncio Apostólico Francisco Pignatelli, em Varsóvia

05.07.1701 

recebe a profissão solene dos seus confrades na igreja da Ceia do Senhor, em Góra Kalwaria

17.09.1701 

adormece no Senhor no Convento dos Marianos junto à igreja da Ceia Senhor, em Góra Kalwaria, onde também é sepultado