Santo Estanislau de Jesus e Maria Papczyński
English Polski Deutsch Español Françias Italiano Português

Licheń: Programa de três dias para a Beatificação do Pe. Estanislau Papczyński

Para celebrar a beatificação do fundador da Congregação dos Padres Marianos, o Venerável Servo de Deus Pe. Estanislau Papczyński foi planeado um programa de três dias que terá lugar a meados de Setembro no Santuário Mariano de Licheń.

Sua Eminência, o Cardeal Tacisio Bertone, Secretário de Estado da Santa Sé, presidirá à Eucaristia da beatificação ao meio-dia do dia 16 de Setembro.

“É um dia muito importante pra os Marianos do mundo inteiro. O nosso Fundador vai ser proclamado Beato, mais de 300 anos após a sua morte. O facto de o Santuário de Licheń ter sido escolhido para testemunhar este grande evento é visto por todos nós como uma distinção excepcional. A fim de partilhar connosco a alegria deste acontecimento estamos a contar com aproximadamente 100 000 peregrinos que virão participar na Santa Missa da Beatificação”, sublinhou o porta-vos do Santuário de Licheń, Pe. Zbigniew Krochmal.

Na cerimónia principal da beatificação estarão presentes os Excelentíssimos Senhores Presidentes da República da Polónia e da Lituânia, Lech Kaczyński e Valdas Adamkus respectivamente, uma vez que o Pe. Estanislau Papczyński, que faleceu à 300 anos atrás, viveu e trabalhou no tempo da República das Duas Nações. Ao fim da tarde desse mesmo dia, Sua Eminência, o Cardeal Bertone presidirá às Vésperas na Basílica. Em homenagem às vítimas do regime comunista, elevadas às honras dos altares em 1999 por Sua Santidade, o Papa João Paulo II, o alto representante do Vaticano rezará pela paz no mundo na capela dos 108 Mártires da II Guerra Mundial. Depois das Vésperas na Basílica, será celebrada a Eucaristia diante do altar, por cima do qual se encontra a imagem de Nossa Senhora de Licheń, Rainha Dolorosa da Polónia, venerada pelos fiéis há mais de 150 anos. A seguir à liturgia, Sua Eminência o Cardeal Józef Glemp, Primaz da Polónia, presidirá a uma celebração mariana seguida de procissão das velas. No dia seguinte Sua Eminência, o Cardeal Franc Rodé, Prefeito da Congregação para a Vida Consagrada, presidirá às Laudes na capela da Santíssima Trindade para os religiosos e religiosas de diversas congregações.

Depois da cerimónia principal da beatificação ao meio-dia, o Cardeal Bertone deslocar-se-á para Góra Kalwaria, perto de Varsóvia, onde está situado o túmulo do Pe. Papczyński, junto ao qual o Secretário de Estado da Santa Sé rezará por intenção da Igreja na Polónia e da Congregação dos Padres Marianos.

No dia seguinte, 17 de Setembro, no qual se celebra o 306º aniversário da morte do Pe. Estanislau Papczyński, Sua Eminência, o Cardeal Rodé rezará de igual modo em Góra Kalwaria, junto ao túmulo do recém-beatificado. O cardeal de origem eslovena presidirá também à Eucaristia de acção de graças pela elevação às honras dos altares do Fundador dos Marianos, no santuário local de Marianki.

O Pe. Papczyński vai ser o quarto Mariano a ser declarado Beato. Antes dele foram beatificados o Arcebispo lituano Jorge Matulewicz, que em 1909 renovou a Ordem dos Marianos condenada à extinção pelo poder executivo de então; e dois mártires da Segunda Guerra Mundial: o Pe. Jorge Kaszyra e o Pe. António Leszczewicz.

Rádio Vaticano, 26 de Junho de 2007